30 e 31 de Maio | Faculdade de Letras da U.Porto | Sala de Reuniões 1 - 2º Piso

 

APRESENTAÇÃO

 

No âmbito do Mestrado em Museologia (MMUS) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), mais concretamente em contexto da unidade curricular Seminário II, os estudantes são motivados a organizar uma reunião científica, à escala nacional e internacional, em linha com a estratégia de seu envolvimento ativo, de internacionalização do curso e, globalmente, da Universidade do Porto (U.PORTO).

Assim, tendo por base uma organização de jovens investigadores em início de percurso, objetiva-se a criação de oportunidades privilegiadas de contacto com a comunidade académica e profissional, proporcionando espaços complementares de discussão/reflexão crítica que articularão os trabalhos de investigação dos alunos com o conhecimento e experiência de outros de 3º ciclo em Museologia (DMUS), de alumni MMUS e de conceituados oradores convidados, promovendo a sistematização, produção de conhecimentos e sua divulgação, às diferentes escalas, orientando-se por padrão de qualidade e inovação académica, aprofundando e alargando conhecimentos.

Agendado para os dias 30 e 31 de maio do corrente ano, o Seminário Museus, Património e Desenvolvimento adota e concilia o tema celebrado pelo International Council of Museums (ICOM), Museus e Paisagens Culturais, com o celebrado pelo International Council on Monuments and Sites (ICOMOS), O Património do Desporto. Conta com a coorganização do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM) e com o honroso apoio institucional do ICOM-Europa, do ICOM-Portugal, do ICOMOS-Portugal, da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), do American Corner FLUP e da Associação de Estudantes da FLUP (AEFLUP).

Estruturado em diferentes sessões temáticas, foca-se nos tempos de mudança e na necessidade dos museus e outras instituições culturais discutirem e refletirem sobre o seu papel no desenvolvimento, na sustentabilidade e inclusão do quadro de vida das sociedades do novo milénio e dos diferentes territórios que abrangem, revelando uma particular resiliência face às contínuas mudanças de paradigma e procurando assumir-se como agentes ativos na promoção da coesão e felicidade social e de um desenvolvimento integrado e sustentável. Explora, em particular mas com perspetiva articulada, as seguintes questões:

1. Multi e interculturalidade
2. Acessibilidade e participação
3. Coleções e colecionismo
4. Território e identidade
5. Desenvolvimento e oportunidades
6. Patrimonialização e musealização
7. Radiações e estudos multiperspetiva
8. Gestão ambiental

Uma seleção das colaborações está publicada no volume 06 da Ensaios e Práticas em Museologia, uma coleção do Mestrado em Museologia da FLUP, disponível em acesso livre e gratuito aqui.